#eye #eye




@quero_chorar


2018





Fronte a uma ingente quantidade de mostras superficiais de felicidade que
invaden as redes, @quero_chorar reivindica a vulnerabilidade e outro
gênero de emoções que não costuman mostrar-se publicamente.
Esta peça funciona como diário persoal, público e privado ao mesmo tempo.
Do caderno “confidencial” (My Secret Diary, le-se na portada, un jogo
irónico) sai o scroll do perfil virtual, existindo ao mesmo tempo digital e físicamente.